A febre de comentários com “Amém” está prestes a ter um fim. Irritado com a modinha brasileira, os diretores da rede social passarão a impedir o comentário “Amém” ao menos que a pessoa seja padre ou teólogo. De acordo com uma fonte, a empresa está preocupada pois isso tem reforçado ainda mais a ideia de que o Facebook “é uma rede de tios”.

O script instalado impedirá que qualquer um que não tenha indicado “teologia” em seu perfil digite “Amém” nos comentários. Um executivo explica como vai funcionar a punição: “Quem tentar burlar o sistema será enviado de volta ao Orkut. Que, inclusive, já acabou. Amém”.

Diretamente falsa do Sensacionalista.

Comentários

Comentários