Carta aberta ao cantor Fernandinho

carta aberta ao cantor fernandinho profetirando humor gospel

Caro cantor Fernandinho, por anos ouvi suas músicas de chuva abundante, chuva daqui e chuva dali, confesso que fiquei bem incomodado. Não tocava mais nada nas rádios, por onde eu andava e se tivesse um crente por perto, suas músicas estavam tocando. Até falei com o meu pastor da época para proibir de cantar suas músicas no culto, mas, olha, ele nem me deu ouvidos. Tive que procurar outra igreja. Mas, as coisas mudam, né? Ainda bem! Algumas, mudam para melhor.

Estes dias estive lembrando de você. Moro em Fortaleza, capital do Ceará (e do sol também), e por aqui tem sido bem difícil viver durante alguns meses. Primeiro, por causa da violência. Segundo, por causa desse calor infernal. Por isso, caro amigo. VOLTE! Volte a cantar músicas de chuva, de refrigério, de sensação térmica ótima pra deitar na cama enroladinho com um lençol para assistir a Netflix até pegar no sono. Me ajude, eu imploro. MANDA CHUVA! ABUNDANTE CHUVA! CHUVA DE TUDO QUE É JEITO, MEU DEUS! SOCORRO!!

Agradeço a sua atenção e tenha um bom dia.

Thiago Matso.

Comentários

Comentários

Você pode gostar...